A chegada da ciclovia à minha casa foi motivo de festa!


Toda a minha vida pratiquei desporto. Desde pequena que senti esta necessidade de exercitar o corpo e por consequência, a mente. Foram várias as modalidades que experimentei: ginástica de aparelhos, aeróbica, localizada, pilates, hidroginástica... Mas vocês sabem que atualmente só me dedico à corrida (olhem como tudo começou) e sempre que a agenda permite junto-me aos amigos dos treinos funcionais.

Até aqui nada de novo. A grande notícia é que agora posso fazer a minha corrida bem perto de casa. É só descer as escadas, fazer o aquecimento e começar a correr. 



As maravilhas de viver no interior do concelho e ter à minha disposição uma ciclovia, só para mim!

Antes desta maravilha chegar, aqui a casa, os meus locais de eleição para correr eram: o paredão de Cascais, a ciclovia do Guincho, o Passeio Marítimo de Oeiras e um percurso na vila de Cascais. Locais lindos, sem dúvida, onde a paisagem embeleza a nossa performance, mas no verão estes espaços são muito procurados e a nossa corrida tem um desafio extra... vencer quem, por direito, está em ritmo de passeio.

Assim, a chegada da ciclovia à minha casa foi motivo de festa por várias razões:

1. Tem pouca gente
Habitualmente começo o meu treino perto das 20h00. A ciclovia está tranquila, porque por essa hora o pessoal está dedicado a preparar o jantar. Por outro lado, por ser uma pista fora do centro da vila, nunca irá atrair muita gente.

2. Também tem uma vista bonita
Ao longo da pista tenho campos a perder de vista, que por esta altura do ano estão dourados. E no horizonte à minha frente, desenha-se a serra. Nos céus voam andorinhas, pardais e em dias de sorte peneireiros.

3. Ganhei uma parceira para me acompanhar
Eu adoro fazer desporto com companhia. É mais motivante e divertido. E quem se juntou a mim? A outra miúda do Armazém, a Susana... que é quase, quase minha vizinha. Os nossos 30 minutos de corrida dão para tanta coisa! Colocamos a conversa em dia, desabafamos, fazemos "reuniões" enquanto as nossas pernas papam quilómetros e ainda temos tempo para um bom relaxamento no final do treino...

A cereja no fim da ciclovia:

4. Um pequeno refúgio na natureza
No final da corrida é importante alongarmos. Nas traseiras da minha casa existe um espaço verde (que carinhosamente chamo de "o meu pequeno bosque") onde podemos alongar, espreguiçar, respirar ar puro e celebrar o final do treino. 











Este post para além de expressar a minha felicidade por treinar bem perto de casa, também, tem como intuito incentivar-vos para a prática de exercício físico. Não precisam de correr, se não gostarem. Não precisam de ir para um ginásio se essa não for a vossa onda. Uma caminhada de 20 minutos por dia, num passo rápido, queima calorias, ajuda o coração, fortalece o  corpo e liberta o stress. O importante é começar! 

Já olharam bem à vossa volta? Tenho a certeza que aí perto de casa podem fazer uma boa caminhada e descobrirem pequenos detalhes ao longo do percurso, que na correria dos dias vos passam despercebidos. Se preferirem, também podem caminhar na hora de almoço. É uma questão de horários e de gostos pessoais.



Se já praticam exercício físico contem-nos qual a modalidade e o que vos motiva.  Se se sentirem entusiasmados para o arranque, queremos saber tudo e estamos a torcer por vocês! Deixem-nos os vossos comentários! 

Rosarinho

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.