4 fantásticas razões para visitar o Museu do Oriente em agosto!


O universo fantástico do Studio Ghibli está de volta ao Museu do Oriente, com a exibição de mais quatro filmes inseridos no ciclo Arquitectos do Imaginário!

E, acreditem, é com grande contentamento que vos trago esta sugestão! Porque da imaginação destes senhores saem verdadeiras obras-primas!

Então, se no início do ano o destaque foi para os mestres Hayao Miyazaki e Isao Takahata, junta-se agora, e apenas, ao primeiro a arte de Gorō Miyazaki e Hiromasa Yonebayashi.

Assim, e trocado por miúdos, o Museu do Oriente dá-nos a oportunidade para (re)entrar nos mundos de "Nausicaä do Vale do Vento" e "O Castelo Andante", ambos de Hayao Miyazaki, "Contos de Terramar", de Gorō Miyazaki, e "O Mundo Secreto de Arriety", de Hiromasa Yonebayashi.

Esta "viagem" pelo cinema de animação japonês tem entrada gratuita aos finais de tarde de domingo, durante o mês de agosto.
Para quem gosta destes universos de fantasia, quase poéticos, tem aqui uma excelente oportunidade para ver, ou rever, algumas das mais marcantes obras de grandes mestres do desenho animado do País do Sol Nascente.

Eu estou tentada a ir ver "Contos de Terramar"! E vocês?

Susana Figueira

Arquitectos do Imaginário III - Animação japonesa de Studio Ghibli
6 a 27 de agosto, aos domingos, às 18.00
Auditório do Museu do Oriente
Entrada gratuita (mediante levantamento de bilhete no próprio dia) - M/6 anos

Programa
06 agosto | Nausicaä do Vale do Vento, de Hayao Miyazaki [1984]
13 agosto | Contos de Terramar, de Goro Miyazaki [2006]
20 agosto | O Castelo Andante, de Hayao Miyazaki [2004]
27 agosto | O Mundo Secreto de Arriety, de Hiromasa Yonebayashi [2010]




Contos de Terramar, de Goro Miyazaki [2006] - Sinopse (imagens em destaque)
O equilíbrio do mundo está a entrar em colapso e uma série de acontecimentos bizarros - como o aparecimento de dragões no mundo oriental - levam Sparrowhawk, um poderoso feiticeiro, a procurar a sua origem. No caminho encontra Arren, um misterioso príncipe e juntos atravessam vastas ruínas, montanhas, vales e quintas abandonadas, até chegarem a Hort Town, uma cidade devastada. Sparrowhawk e Arren procuram refúgio com Tenar, uma ex-sacerdotisa dos túmulos de Atuan. Com ela vive Therry, uma jovem órfã que gradualmente vai abrindo o seu coração ao jovem príncipe enquanto este trabalha nos campos, interagindo com a natureza e aprendendo como o universo depende de equilíbrio. Mas Arren continua assombrado pelo medo de uma Sombra que o persegue…

2 comentários

Lúcia José disse...

Susana e Rosária,
se forem ver algum, eu quero ir também, Adoro!
Beijinhos meninas.

Armazém de Ideias Ilimitada disse...

Querida Lúcia :)
Eu acho que a Susie vai... fala com ela.
Beijinhos

Com tecnologia do Blogger.