"Sei onde te encontrar"


"Sei onde te Encontrar" é o título do romance de Elsa Ruas e Isabel Lavadinho, publicado pela Chiado Editora. 

A verdade é que a vida nos proporciona a possibilidade de tomarmos certos caminhos que nos fazem encontrar pessoas maravilhosas. 

Na semana passada os caminhos levaram-me até à Feira do Livro de Lisboa e deram-me a oportunidade de conhecer a Elsa e a Isabel. E estou tão grata por isso. Se calhar eu até sabia onde as encontrar... talvez só precisasse de uma pequena orientação da vida.

Sinto-me tão feliz por as ter conhecido. São uma verdadeira inspiração! Talvez uma forma da vida me dizer vai em frente. Desde muito jovem que trago dentro de mim um sonho. E o encontro com estas duas autoras foi um sinal. Mas sobre este sonho falaremos um dia... quando eu estiver preparada para o concretizar... e sinto que esse tempo está a chegar.

Hoje quero falar-vos do livro "Sei onde te encontrar". Está aqui ao meu lado a piscar-me o olho. Estou ansiosa para começar a perder-me nas suas páginas e nas palavras que duas amigas trocam em cartas cheias de dúvidas e certezas. Sei que me irei rever em muitas das situações retratadas, sei que me irei perder de riso e talvez chorar. Mas é isso que se quer de um livro. 

Da conversa que tive com as autoras consegui sentir a paixão com que o escreveram. Percebi que este será um romance que fala da vida real, dos dias coloridos, dos dias cinzentos, das grandes perguntas, das grandes certezas, dos sonhos, das vitórias, dos erros, das alegrias e da procura constante da felicidade.

Encontrar a felicidade...


Brevemente, também vocês irão conhecer a Elsa e a Isabel :) 
Irão encontrá-las, aqui, no blog.

Sinopse
Sei onde te encontrar, é uma história de Amor, das mulheres pelos homens e por si próprias. É um tratado de amizade de duas mulheres que se reencontram a meio do seu percurso, na tenra idade dos quarenta e escrevem cartas apaixonadas uma à outra, embalando-se nas suas próprias palavras, dúvidas e certezas. Repleto de gargalhadas e situações hilariantes, estas duas mulheres riem e choram ao longo das cartas que se escrevem retratando a sociedade de hoje e as relações contemporâneas: sem tempo, com pouco sentido, muitas obrigações e fracassos escondidos, mas também com a alegria e a certeza de quem sabe o que quer. Não será na coragem de quem sente dúvidas e questiona que está o segredo do caminho para a felicidade?

Rosarinho

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.