Bons Sentimentos, by Marisa Pedroso


O fim de semana das quatro irmãs de luz em Melides, a amizade, os Anjos da Terra e os Anjos do Céu são os Bons Sentimentos que trago, desta vez, aos queridos seguidores do Armazém de Ideias Ilimitada. 

Eu e as minhas três primas, amigas de infância, fomos juntas para a Costa Alentejana do nosso Portugal, num fim de semana de primavera e de intenso calor de verão. E foi tão giro e tão especial.

Tirámos estes dias para estarmos juntas e para sermos juntas. Foi um fim de semana divertido e terapêutico. 

Falámos dos diversos temas pessoais de cada uma de nós e filosofámos sobre os assuntos gerais da vida e do mundo. Ganhámos tanto tempo com isso e sou tão orgulhosa por este quarteto feminino, a caminho dos trinta anos de idade, preservar estes momentos e poder alimentar estes episódios de partilha e inspiração. 

Somos todas diferentes, por dentro e por fora, mas temos em comum, qualidades, uma delas é sermos giras, a outra é a genuinidade característica de cada uma de nós e a capacidade de sermos amigas. 

Sabem, às vezes, as coisas más, aquelas que tanto nos desafiam ao longo da vida, são as que unem as pessoas, que chegam para reforçar as relações, para entendermos o que é o amor e o que levamos daqui quando morrermos!

Fico feliz e de lágrimas nos olhos ao reviver e ao escrever isto. Acho mesmo importante ter amigos. Eles são Anjos da Terra e são pessoas que devem ser escolhidas a dedo para ocupar esses lugares de destaque no nosso caminho. 


Deus deu-me tantos primos, com quem subi às árvores, com quem fui para a escola, com quem bebi os primeiros copos e com quem dancei até de manhã... E com quem, hoje, partilho as minhas experiências de vida. Foram também escolhidos a dedo, primeiro pelos Anjos do Céu e depois por mim, na Terra.

Sei que sou abençoada por nós as quatro termos calhado na mesma família e vivermos em sintonia nas questões ligadas à amizade, pela amizade não ter ficado pelo caminho e por estarmos cá pelo que realmente importa, umas para as outras. 
Os grupos são importantes para evoluirmos enquanto pessoas e para trazermos alegria à vida, sejam eles família de sangue ou não. Acho que todas as pessoas devem procurar grupos com os quais se identifiquem a nível intelectual, com os quais sentem que podem deixar cair as defesas e abrir o coração, o que muitas vezes acontece nos momentos de meditação em grupo. Quando todos os seus elementos estão focados em si mesmos e com vontade de amar o mundo, amam mesmo! O foco cresce dentro e espalha-se para fora, gerando ondas de amor, entreajuda, alegria e solidariedade. 

Penso que, o meu trabalho enquanto terapeuta ajuda-me muito a nível pessoal e acaba por ajudar a alimentar boas relações ao longo dos tempos. No entanto, não me posso esquecer que isso é possível porque abri o meu coração para o mundo, assim como, jamais posso ajudar os outros se não souber ajudar-me a mim mesma e se não souber pedir ajuda quando também preciso, os terapeutas são os primeiros a precisar! De qualquer maneira, se um dia não me lembrar disso, os amigos fazem isso por mim, com grande certeza. 

Deixo, para finalizar, uma mensagem dos Anjos do Céu, que nos dizem: os amigos são eternos e fazem brindes por nós, longe ou perto. O que nos liga é a energia do amor, é ela que traz leveza a quem somos e é isso que levamos no peito quando partimos para que lugar for. Voltaremos sempre a encontrar todas as pessoas que nos fizeram bem nesta vida, seja na Terra ou no Céu, e jamais nos podemos esquecer de nós próprios, para sermos merecedores de ter amigos e sabermos sê-lo também. 

Marisa Pedroso


Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.