Colorir a vida


O ano começou com uma nova paixão: colorir os meus dias, colorir a minha vida!

Pelo meu aniversário, uma querida amiga ofereceu-me um pequeno livro cujo título, "Mandalas para Colorir", me fez lembrar uma outra querida amiga que há muito já tinha descoberto a capacidade terapêutica desta prática de mindfulness. Podia ter achado estranho, mas estas duas amigas há muito que falavam sobre o relaxamento cerebral que esta prática trouxera às suas vidas. Parecia, portanto, toda uma experiência muito positiva. Fiquei com vontade de pintar, mas faltava-me material. Virei o escritório do avesso e lá encontrei uns lápis de cor que outra amiga me oferecera no final do verão... Nada acontece por acaso. 

Então iniciei-me nesta atividade, de espírito aberto, e curiosa por saber se esta coisa de pintar seria algo que iria fazer parte dos meus dias. Pois... se vos disser que já investi numa excelente caixa de 30 lápis de cor; se vos disser que tenho de ir comprar, urgentemente, uma boa lâmpada para o meu candeeiro de pé alto; se vos disser que todas as noites me sento no sofá entusiasmada com mais um momento de cores e mandalas; se vos disser que me sinto muito mais descontraída, criativa e que durmo melhor, acreditariam?  Podem acreditar porque é verdade!!

Estou totalmente rendida à força mágica de colorir! É uma força que nos leva ao nosso mundo interior. Enquanto pintamos nada mais existe a não ser os lápis, as cores, as mandalas e nós. Experimentem! 


Rosarinho




#novapaixaocolorirosmeusdias

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.