De Repente 45


De repente 45! A sério? Vou olhar melhor para a data de nascimento que está no meu Cartão de Cidadão. Confirma-se! Nasci a 13 de dezembro de 1970! De repente 45! A sério? Nem acredito! Já passaram 45 anos desde o momento em que chorei a plenos pulmões pela primeira vez? Como o tempo passa! Então, hoje é dia de festa! E da boa! Quero celebrar a vida! De repente 45! Um marco! Engraçado, não sinto o peso da idade. Sinto-me leve, feliz, realizada, amada... 45... Gosto disto! Sinto-me bem! Estou crescida! Juízo? Algum, mas não muito! Aliás, acho que tenho vindo a perder juízo e isso é bom! As coisas muito certinhas não são para mim! O bom é abrir os braços, sentir a vida, o bater do coração... O bom é voar livre nas asas de um sonho. O bom é acreditar que todos os dias da nossa vida são especiais. 45... Esta idade já nos dá algum estatuto! Agora sinto-me importante! Estou para aqui a divagar sobre os benefícios de ter 45 anos, quando devia era de estar a caminho da festa! 

De repente 45! Vou celebrar! 

Rosarinho



Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.