"Percursos", by Ana Camilo


Percorrer o imaginário de um artista não é tarefa fácil. É sempre uma viagem alucinante, cheia de curvas e contracurvas, repleta de cores fascinantes ou de traços expressivos. Pode ser uma viagem mais densa, ao âmago do seu ser, com pinceladas fortes reveladoras de sentimentos ou pinceladas desconcertantes que  nos deixam a divagar, sem encontrar um caminho. Percorrer o imaginário de um artista não é tarefa fácil, mas é muito desafiante. "Percursos" o mais recente trabalho de Ana Camilo leva-nos numa viagem pelas suas memórias gráficas que desenhadas, a tinta da china sobre papel, tornam-se representações "carregadas de sentimentos e expressividade". Caminhando ao longo destas memórias, recentes, percebi a evolução do seu trabalho, a afirmação da sua identidade enquanto artista. Vincada em cada traço, reforçada no preto, no rosa, no azul salpicado. Viajei ao seu imaginário e percebi que a Ana está a traçar um caminho muito próprio, muito seu. Está a iniciar um percurso fascinante que a levará a um patamar mais alto. Gosto deste teu novo imaginário, Ana. Temos de voltar a viajar juntas!

Rosarinho






Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.