Alentejo, Radionovelas e uma Alma



Nem a propósito, no fim-de-semana que escolhi para fazer uma escapadinha até ao meu querido Alentejo, e em que as previsões meteorológicas apontam para dois dias de chuvinha e frio, a Casa do Alentejo, em Lisboa, convida-nos a sair de casa. Depois da estreia na noite de ontem, a MA Companhia volta a apresentar "Radionovelas" esta noite, pelas 21h30, um espetáculo que leva o público a embarcar numa viagem aos tão famosos folhetins radiofónicos, que vai dos anos 30 aos anos 60. Desde o êxito "As Pupilas do Senhor Reitor", de Júlio Dinis, já na década de 40, passando por "Zequinha e Lelé", "Simplesmente Maria" ou "A Parada da Paródia" dos Parodiantes de Lisboa, a história do teatro radiofónico português ficou marcada por enormes sucessos. Com direção artística de Margarida Antunes e interpretações de João Lameira, Margarida Antunes, Miguel Vaz, Nuno Fernandes, Lúcia Freitas e Sandra Balcinha, "Radionovelas" é uma homenagem a este marco da nossa cultura. O espetáculo será igualmente exibido nos dias 16, 17, 30 e 31 de Outubro, no mesmo horário. O bilhete custa 8 euros. 
Porém, ainda esta tarde, Madalena Luz dá-nos a conhecer o livro "Sentires de Uma Alma", de Imouhar, na Sala Agostinho Fortes, pelas 15h30. Dança oriental, guitarra portuguesa e uma exposição de fotografias do próprio escritor contribuem para a animação desta apresentação.


Susana Figueira


Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.