Galeria Azul Marinho, Ubatuba


A minha viagem pelo Brasil teve tanto de passeios quanto de reencontros. Em Ubatuba matei saudades de um grande amigo, artista plástico e tive a oportunidade de conhecer a Galeria Azul Marinho. Carlos Herglotz, pinta "naïf", e coloca nas suas telas a paisagem bucólica, a festa, o folclore, as suas lembranças de menino... O azul que utiliza nos seus trabalhos leva-nos até ao mar de Ubatuba, que do outro lado da estrada, acaricia a paisagem. Nas paredes da galeria sentimos a vibração das cores que utiliza e a paixão de pintar aquilo que ama, deseja e idealiza. Este espaço que para além dos trabalhos do Carlos também acolhe obras de Henrique Coutinho e Mariza Muniz (criadora da galeria), tem muito para nos contar. Se escutarmos com atenção, as paredes sussurram ao nosso ouvido o que viram e sentiram ao longo dos seus 78 anos de existência. Por lá passaram amantes da arte, da música, das letras. Por lá passaram Milton Nascimento e Elis Regina. Por lá, ainda, passam os turistas que elegem Ubatuba como seu destino de férias e os apreciadores de arte que procuram mais um tesouro para a sua coleção. A Galeria Azul Marinho já foi pousada, escola de música, bar e espaço cultural. Hoje, enquanto escrevo este post ao som da "Garota de Ipanema", de António Carlos Jobim, recordo, já com saudade, a Galeria Azul Marinho, a companhia do meu querido amigo Carlos Herglotz e o som da melodia tocada por Mariza Muniz, no piano que majestosamente se rodeia de obras de arte. Se passarem por Ubatuba, este é um local de paragem obrigatória. Mas parem mesmo e apreciem, sem pressas. Sintam as obras e descubram o que cada uma tem para vos contar.

Rosarinho








1 comentário

Carlos Herglotz disse...

Muito obrigado querida amiga, sem palavras. Bjs

Com tecnologia do Blogger.