Porto Dia 3


Ontem já cheguei muito tarde, porque quis explorar até ao último minuto a Invicta. Por isso só agora venho aqui contar-vos como foi o meu Dia 3 no Porto. Amanheceu... Vejam se conseguem adivinhar... Isso mesmo! Amanheceu com chuva e batida a vento, o que é sempre bom! O dia foi dedicado à zona da Boavista. Comecei pela melódica Casa da Música. A visita guiada foi uma verdadeira sinfonia e à medida que a Casa se revelava mais encantos espalhava pelos visitantes. Tudo foi pensado ao mínimo pormenor pelo arquiteto holandês Rem Koolhaas, desde o tecido que forra as cadeiras, aos vidros ondulados. A acústica é rainha nesta "caixinha de música" fascinante. A luz do dia que entra pela sala Suggia torna-a única. Aliás os vidros são uma constante na casa, assim é o espírito que se vive neste espaço. Todos são convidados a entrar, a olhar para dentro deste palácio da música. Antes da visita terminar prometi a mim mesma que voltaria para assistir a um espetáculo! Depois desta obra prima seguiu-se o Museu Soares dos Reis. E à chegada fui recebida com uma excelente notícia... a entrada era gratuita! Antigo Museu Portuense e primeiro museu de arte em Portugal, atualmente adota o nome do escultor Soares dos Reis, filho da Invicta. Fiquei fascinada com o trabalho deste artista que, confesso, conhecia muito pouco. Neste espaço museológico podemos, ainda, apreciar cerâmica, mobiliário, ourivesaria, pintura... E assim disse "até breve" ao Porto. Ficou por ver, o Bolhão, as Caves do Vinho do Porto, a Igreja de São Francisco, os Jardins do Palácio de Cristal... Tudo boas razões para voltar!

Rosarinho

















Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.