O Museu Rodin


Um dos meus locais preferidos em Paris, o Museu Rodin, está sediado no Hôtel Biron, uma mansão do século XVIII, onde o artista viveu e trabalhou, de 1908 até à sua morte em 1917. Tanto no exterior como no interior do edifício respira-se o talento deste artista, considerado o maior escultor francês do seu tempo.

Os seus trabalhos enriquecem os jardins e várias divisões da mansão. Os arbustos geométricos e a magnífica coleção de 200 roseiras são a moldura perfeita para as obras. O meu favorito, "O Pensador", obra em bronze, tem lugar de destaque e está sempre rodeado de turistas, sedentos por fotografar um dos trabalhos mais icónicos de Rodin. "As Portas do Inferno" são qualquer coisa de fabuloso. No interior da mansão, "o Beijo", capta o nosso olhar, seduz-nos... ficamos extasiados e esquecemo-nos que ainda há mais para ver.  A exposição está organizada por ordem cronológica e leva-nos numa viagem pela carreira de Auguste Rodin. Todas as obras expostas neste museu, são propriedade do Estado francês. Foram doadas pelo artista como forma de agradecimento pela sua estadia nesta mansão (na altura, cedida pelo Estado).

Se forem a Paris, coloquem este Museu na vossa lista de locais a visitar. 






Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.