Um pouco de Tudo, por Aldy Coelho

   Arena da Baixada em Curitiba

A Copa das Surpresas
E enquanto a bola rola no Brasil, a vida continua em ritmo mais lento... Afinal, é Copa do Mundo e está tudo mentalmente voltado para esse acontecimento! Nos jornais, no rádio e na TV, o tempo todo o assunto é a Copa e, como já previ anteriormente, tem tudo para ser simplesmente incrível. Como muitos estão dizendo, este mundial tem sido a Copa da minoria, dos times pequenos, como a Costa do Marfim e Costa Rica, mostrando a que veio. As grandes seleções como Itália, Inglaterra, Austrália e a campeã Espanha tiveram que voltar para casa mais cedo, pois não se classificaram para a fase das oitavas de final.

A equipe brasileira, que no jogo com o México não empolgou, ficando no 0 X 0, fez bonito quando enfrentou a equipe camaronesa, vencendo de 4 x 1, garantindo sua vaga para a próxima fase. Neymar, o nosso menino craque, tem feito bonito e fazendo a alegria da galera com belos gols. Mas, ao contrário do que pensava, a equipe não é dependente apenas dele, tendo como destaque também a presença de Oscar, Fernandinho, Thiago Silva e Fred, fazendo gols no último jogo. Agora, a preparação é para enfrentar o Chile, e para este jogo a concentração tem que ser total, afinal, se perder a partida, o Brasil se despede mais cedo do mundial e terá de assistir da arquibancada a Copa do Mundo.


Já o time português tem sua última chance no jogo com Gana. Depois de perder o primeiro jogo e empatar, literalmente, no último minuto do segundo jogo, contra os Estados Unidos, agora tem que trazer a alegria para os portugueses e os brasileiros que torcem pelo time, como eu. Em minha opinião, o Cristiano Ronaldo, a grande estrela da equipe, está inseguro e ainda em recuperação, por isso não tem se destacado em campo. Mas quando é preciso, ele surge e dá um passe majestoso para Varela marcar o gol da esperança. Acredito que Portugal ainda continua nas próximas fases e será uma grande surpresa para nós, afinal, o time tem o melhor jogador do mundo!


Particularmente, esse mundial tem sido bem diferente para mim. Em anos anteriores, eu não me interessava pelos jogos, torcia timidamente pelo nosso time, sem grandes expectativas. Mas, como tudo está acontecendo aqui, pertinho de mim, fui contagiada pelo espírito esportivo e acompanho (na medida do possível), todos os jogos. E, por incrível que pareça, estou gostando, curtindo e torcendo.

Alguns especialistas apontam que esta Copa pode se transformar numa Copa sul-americana, uma vez que times como Colômbia, Argentina e Uruguai têm feito boas campanhas e grande número de gols. Eu, na minha limitada sabedoria esportiva, acredito que será difícil tirar da jogada times como Holanda e Alemanha. Porém, esta Copa tem surpreendido muitos e eu posso ser a próxima...
A fase de grupos ainda não foi finalizada, faltam alguns jogos desta semana para iniciar a próxima fase e definir os 16 times da nova rodada. Os já garantidos são Brasil, Chile, Colômbia, Uruguai, Holanda, México, Croácia, Grécia, Nigéria e Argentina. Aguardando ansiosamente quem serão os próximos...

Acontecimentos
Enquanto eu escrevia o último artigo, falando maravilhas sobre a Copa e a cidade de Curitiba, um grupo de meia dúzia de pessoas resolveram protestar contra a Copa e quebrar algumas agências bancárias e colocar fogo em ônibus. Morri de vergonha e paguei a língua. Em partes, pois o tal protesto foi longe da arena, e contido rapidamente pela polícia, sem grandes sustos. As pessoas foram presas e os jogos seguintes que aconteceram na Arena da Baixada ocorreram sem transtornos.
No Rio de Janeiro também aconteceram vandalismos, desta vez por parte dos chilenos que invadiram o Maracanã de forma truculenta e destruíram parte da área reservada para jornalistas. Foi um grande tumulto, mas também contido pela polícia local.


Outras pequenas manifestações aconteceram, mas foram pontuais e sem perspectivas. Até porque protestar contra a Copa enquanto ela está acontecendo, me parece sem sentido, atrasada. Se o problema foram os gastos com os estádios, agora já não podemos reclamar.


Fora isso, o Brasil tem surpreendido estrangeiros e brasileiros que não imaginavam que o mundial pudesse ocorrer sem problemas. Em compensação, os turistas estrangeiros estão se divertindo. Presenças ilustres passaram por aqui para assistir os jogos, como Leonardo Dicaprio, Príncipe Harry, Kobe Bryant e Angela Merkel. Os argentinos montaram um verdadeiro acampamento no Rio de Janeiro, com seus trailers e carros adaptados com barracas. No jogo em Porto Alegre, a ponte que liga o sul do Brasil com a Argentina ficou lotada de carros vindo do país vizinho. Nossos ‘hermanos’ estão tão à vontade por aqui, que dá até um receio de terminar em Brasil e Argentina a final... Será?


Até o dia 12 de julho ainda tem muita coisa para acontecer e nos surpreender, então, continuemos a assistir a bola rolar!

Aldy Coelho
aldycoelho@gmail.com
(esta crónica é escrita em português do Brasil) 


Podem ler as crónicas anteriores da Aldy Coelho, dedicadas ao Mundial de Futebol aqui:

O grande dia

Cu-rit- CHIBA

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.