Todos nós temos uma história para contar!



Já passou uma semana desde que fui até ao Cinema São Jorge assistir ao último dia do Festival Grant´s True Tales, que aliás adorei, não tivesse no cartaz nomes como por Nuno Markl, José Luís Peixoto, Nuno Duarte (Jel), Sandra Barata Belo e Inês de Medeiros. Já para não falar no anfitrião da noite, o nosso ator português Joaquim de Almeida. Todos eles contaram histórias verídicas, divertidas e algumas que não lembram o arco da velha! Parecidas com a que me aconteceu nessa noite! Vou contar... Também nesse dia tive um "true tale"!!!

Foi uma amiga que me desafiou para ir assistir ao Festival. Ela que consegue ser, ainda, mais atenta que eu nestas questões culturais! Fiquei entusiasmada de tal forma que desafiei mais duas amigas, que por sua vez desafiaram mais cinco amigos(as) para esta noite de risadas... Que quase se tornou numa noite de choro... pelo menos para mim! 

Como é habitual, em situações idênticas, delegámos em alguém a responsabilidade de comprar os bilhetes... 

Dentro dos carros, a caminho de Lisboa e a meia hora de se iniciar o evento, percebi que a pessoa que desencadeou este movimento de amigos para irem ao Festival era a única que não tinha bilhete, porque eu me esqueci de referir à responsável pela compra dos ingressos, que da minha parte éramos 3 pessoas! 

Os nervos deram para rir! Mas quase sofri uma paragem de digestão! Sem a lesada saber, tentámos arranjar o bilhete que faltava. Ligámos para um casal amigo que já estava no São Jorge e pedimos encarecidamente para enfrentarem a fila da bilheteira e adquirirem o bilhete que estava em falta... Caso contrário, eu correria o risco de ficar à entrada a imaginar como seria o espetáculo lá dentro. Uma coisa era certa, a minha amiga não ficaria sem bilhete! Assumiria a culpa e verteria algumas lágrimas, mas ela estaria sentada no meu lugar!

Tal como as histórias de encantar, esta acabou por ter um final feliz! Consegui o bilhete. Não fiquei junto do resto do grupo, mas pelo menos assisti às histórias dos outros pensando na minha! No intervalo bebi um whisky (com maracujá), para esquecer e ainda tirei uma fotografia com o Joaquim de Almeida.

Na segunda parte do espetáculo, milagrosamente, tinha uma cadeira vazia junto aos meus amigos!

Mas que noite! Mas que história!


 (esta foto está um pouco tremida... foi da emoção!)






1 comentário

DB disse...

Uma verdadeira True Tales! E eu convencidissima que tinha bilhete de tal forma que até partilhei no face :) O bilhete nunca cheguei a vê-lo!!! Mas que tive lugar isso tive! OBRIGADA MINHA AMIGA

Com tecnologia do Blogger.