Recordar Florença




Hoje, deu-me para rever as fotografias de Florença e "matar" saudades dos dias fantásticos que passei em Itália e por isso vou partilhar com vocês um dos locais que visitei, nesta cidade, e que me encantou - "Os Uffizi"

Estar em Florença e não visitar este local é pecado! “Os Uffizi" trata-se de um palácio de 1560 que alberga uma das galerias de arte mais importantes de Itália. Quem quiser visitar este espaço, riquíssimo, perto das margens do Rio Arno, deverá ir cedo, porque para além de enfrentar um número considerável de pessoas na fila de entrada, irá ter pela frente uma visita de várias horas.

A Galeria tem 45 salas. Eu não visitei todas porque algumas estavam fechadas para restauro e ainda assim a minha passagem pela galeria durou cerca de 3 horas! Talvez o mês de Agosto tenha esta capacidade de colocar os lugares à pinha! No entanto para conseguir absorver tanta beleza será necessário alguma disponibilidade de tempo.
Este espaço percorre-se num misto de encanto e deslumbramento, porque de sala em sala deparamo-nos com aquelas obras que apenas conhecíamos dos livros de arte, guardados nas prateleiras de uma estante lá de casa. 

Graças a Francesco I que em 1581 deu início ao seu grande acervo de arte, hoje somos surpreendidos pela beleza de trabalhos como “Madona com menino" de Filippo Lippi, “Os Duques de Urbino" de Piero della Francesca, os meus favoritos de Botticelli: “A Primavera" e “O nascimento de Vênus" e ainda, a obra mais polémica da galeria, “A Vênus de Urbino de Tiziano. Estes são alguns dos exemplos das muitas obras de arte, mais importantes da nossa história e, que ali, estão à distância de um olhar. 

O espaço está muito bem organizado. Uma vez situados na primeira sala, a visita decorre naturalmente e passamos de sala em sala sem nos desviarmos da rota pensada, tendo em conta a lógica do desenvolvimento das várias Escolas. É essencial aproveitarmos os bancos espalhados pelas salas e descansarmos enquanto admiramos as nossas obras de arte favoritas, senão o cansaço acaba por nos vencer e acabamos por não tirar partido de toda a beleza incalculável, que como uma pele cobre as paredes da galeria. 

Os corredores que ligam as salas, também são um atrativo, exibindo estátuas, que na sua maioria são réplicas. Confesso que nos corredores não perdi muito tempo, porque o tempo era pouco para conseguir ver tudo. 

Este espaço que em tempos albergava os escritórios da administração da cidade de Florença, hoje é local de paragem obrigatória para todos os amantes de arte.



(texto que publiquei em www.trivago.pt)

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.