Uma nova perspectiva de "A Casa de Bernarda Alba"


Lembram-se quando em Julho do ano passado vos falei de um amigo do Armazém de Ideias, Ilimitada, o Manuel Maduro? Ele que tornou os seus dias bem mais interessantes depois de ter fundado o grupo de Teatro Amador – “OS PADURAR”.
Nessa altura referi que ele se preparava para, em Março de 2011, levar a cena uma obra de referência da dramaturgia europeia. E eis que é chegada a hora. O grupo está preparado para apresentar a célebre peça, que segundo Manuel Maduro “não é mais do que uma escola de formação” – A Casa de Bernarda Alba, do grande Garcia Lorca.
Esta será, certamente uma prova de fogo para coordenador e elenco. E a estreia é já no dia 19 de Março, pelas 21h30, na Sociedade Recreativa Outeirense (Estrada Principal do Outeiro, Outeiro de Polima,Freguesia de São Domingos de Rana, perto da Abóboda).
Para quem já assistiu à "A Casa de Bernarda Alba" sabe que se trata de uma peça intensa que nos mostra a vivência de 10 mulheres numa casa onde foi decretado um luto de 8 anos, pela morte do marido da matriarca – a Bernarda. Estas são mulheres aprisionadas pelo preconceito, pelos padrões morais, vigentes, da sociedade moralista da época. Um homem surge nas suas vidas e vai despoletar as forças latentes nos elementos femininos: a coragem, o desejo, a rebeldia, a repressão…
Para Manuel Maduro, coordenador, este trabalho tem como objectivo final a análise das personagens: suas motivações e reacções.
Para quem quiser ver uma nova perspectiva desta grande obra poderá fazê-lo no dia da estreia, ou nos dias: 26 de Março no “Grupo Musical e Desportivo 31 de Janeiro” em Manique de Baixo (Rua do Carrascal, 641, Freguesia de Alcabideche); 02 de Abril no “Grupo Desportivo do Zambujeiro” (Rua Principal, 7 - Edifício Sede, Freguesia de Alcabideche), sempre às 21h30. Segundo Manuel Maduro, estão a ser negociados mais espectáculos!

A entrada é gratuita.


Para mais informações sobre a peça e reservas por favor contactar: ble.maduro@sapo.pt

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.