"4 Perguntas em Stock"... Reservadas para Isa Fonseca


A artista plástica Isa Fonseca nasceu em Santarém. Licenciou-se em Literatura e Civilização Francesa, na Universidade de Neuchâtel (Suiça), disciplina que leccionou durante vários anos em Portugal. Teve a sua formação artística na Académie Artistique Maximilien de Meuron – Neuchâtel. Tem-se dedicado exclusivamente à pintura desde 1996 trabalhando com adultos e crianças, tendo um grupo de faixa etária muito eclética, indo dos 13 aos 62 anos. Os seus trabalhos foram analisados no âmbito de teses finais de Ciências Sociais. Das várias exposições em que já participou quer colectivas quer individuais, destacam-se a da Galeria “Peppers” nas Caldas da Rainha; Galeria “Capitel” em Leiria e a sua participação na X Bienal Internacional de Artes Plásticas nas Vendas Novas.

A poucas horas da abertura oficial do "Stock Art - Mercado de Arte Solidário" Isa Fonseca respondeu às "4 Perguntas em Stock".

1. Sendo o “Stock Art” um Projecto de forte pendor solidário qual ou quais os motivos que o/a levam a participar?
O motivo é mesmo "ser solidária ". Ficarei muito satisfeita se alguém comprar uma obra minha e puder partilhar o lucro. Nesta altura de carência para muitos, devemos oferecer de coração. Oxalá isso aconteça.

2. Este é um projecto que contará com a participação de vários artistas, de diferentes áreas. Qual pensa ser a mais valia que a sua participação neste evento lhe pode trazer a nível artístico e/ou pessoal?
Não estou preocupada com a visibilidade que isso me possa eventualmente trazer. O meu desejo é que todos os artistas possam vender os seus trabalhos e que daí surja o " gesto ". O meu trabalho é só mais um no meio de tantos outros. Se gostarem tanto melhor, o objectivo poderá ser cumprido. Essa é a ideia, não?

3.Tendo em conta que os projectos ligados à arte e cultura se direccionam a um público específico, de que forma pensa que se pode dar mais visibilidade aos artistas e seus projectos?
O tema da visibilidade e de como.... enfim, é um tema delicado que daria pano para mangas. Todos os artistas deveriam ter oportunidade, várias, de poder expor em espaços com visibilidade! Infelizmente, parece que alguns artistas, mesmo sem esforço, e são sempre os mesmos, têm uma " Varinha Mágica " que abre portas e portões...!!! Esse público específico, deveria ter possibilidade de ver trabalhos de outros artistas. Mas vivemos num país onde a cultura é um círculo, onde circulam sempre ou quase sempre os mesmos elementos, é pena!!!

4. Pensa que projectos, como o “Stock Art - Mercado de Arte Solidário", podem ser fundamentais para dar a conhecer os artistas e seus trabalhos?
Pode ser uma melhor possibilidade para o comprador, que pode adquirir bons trabalhos por um preço reduzido, já que o objectivo principal é o de angariar fundos para uma obra social. Para o artista, sinceramente não sei se o " cliente certo " aparece nesses eventos... Seria bom!


Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.