"4 Perguntas em Stock"... reservadas para Ana Brilha


Hoje é a vez da escritora Ana Brilha responder às "4 Perguntas em Stock" :)

1. Sendo o “Stock Art” um Projecto de forte pendor solidário qual ou quais os motivos que o/a levam a participar?
Sabendo as dificuldades com que se defrontam os escritores a nível nacional, nomeadamente ter meios para publicar e conseguir encontrar quem acredite no seu trabalho, é obviamente aliciante beneficiar das sinergias geradas pelo encontro de tantas artes diferentes num só evento.

Contudo, a oportunidade de tornar o que fazemos importante para auxiliar e contribuir para outrém, como para a Associação Coração Amarelo, é um gesto de responsabilidade social a que não ficamos alheios. No fundo, se o escritor conhece os sentimentos humanos e com eles trabalha é uma honra que o seu trabalho sirva o nobre propósito de aligeirar a dor ou a solidão de alguém.

2. Este é um projecto que contará com a participação de vários artistas, de diferentes áreas. Qual pensa ser a mais valia que a sua participação neste evento lhe pode trazer a nível artístico e/ou pessoal?
Julgo que o mérito destes eventos é colocar em contacto diferentes artistas, com as suas valências e saberes, o que pode auxiliar a um aprofundamento do nosso conhecimento de outras artes ou de outros olhares.

O escritor é um tecelão de emoções, de imagens, num misto de recordação e criatividade, por isso, a nível artístico e pessoal (porque toda a vida é causa de inspiração), com certeza trarei do "Stock Art" uma imensa colecção de rostos, gestos, sensações e Amizade.

3.Tendo em conta que os projectos ligados à arte e cultura se direccionam a um público específico, de que forma pensa que se pode dar mais visibilidade aos artistas e seus projectos?
A qualidade do trabalho individual e a aceitação do público é sempre um bom ponto de partida, mas a divulgação é fundamental, factor a que nem sempre o artista individual tem acesso.

Assim, julgo que um evento como o "Stock Art", em que se aliam projectos pessoais a uma vertente solidária, com franca adesão por parte dos nossos artistas, é uma excelente forma de divulgar os valores nacionais.

4. Pensa que projectos, como o “Stock Art - Mercado de Arte Solidário”, podem ser fundamentais para dar a conhecer os artistas e seus trabalhos?
Julgo que o cunho de solidariedade que foi dado ao "Stock Art" será um dos elementos mais interessantes para os artistas envolvidos, determinante da sua participação, e que a diversidade e inovação deste projecto serão, com certeza, factor essencial para dar a conhecer os artistas e os seus trabalhos, esperando-se que o público se junte a nós neste mercado solidário.



Em 2007, Ana Brilha foi galardoada com o Prémio literário da Ordem dos Advogados, com a publicação da obra “Memórias de um corvo”, que já viajou além fronteiras e conquistou o mercado Brasileiro.

A escritora estará presente no "Stock Art - Mercado de Arte Solidário" com o seu mais recente romance "Ear' Quessir O Guardião da Espada". Este livro já se encontra à venda nas Lojas Fnac, mas aproveite para o comprar no "Stock Art"... assim estará a contribuir para a Associação Coração Amarelo :)

Ana Brilha galardoada


Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.