"4 Perguntas em Stock"... reservadas para João Costa Gomes


João Costa Gomes... "O Outro Lado do Barro"



Nasceu a 7 de Julho em Sintra.Sendo essencialmente um autodidacta, iniciou-se em Pintura e Escultura, de onde partiu para a descoberta da Cerâmica. Frequentou o Curso de Desenho da Sociedade Nacional de Belas Artes, 1991-1993, e desde essa altura que se dedica exclusivamente à escultura cerâmica. Está representado em Colecções particulares em Portugal e no estrangeiro e nas Câmaras Municipais de Santarém, Aveiro e Sintra.No Hospital Garcia da Horta, Almada, no Museu Municipal de Torres Novas.Foi Menção Honrosa, IIIª Bienal de Cerâmica da Mina, 2001 – Amadora e Menção Honrosa, concurso de artesanato contemporâneo, FIA 2003. Este ano de 2010 participou no I Encontro Ibérico de Ceramistas.

Sendo um participante do "Stock Art - Mercado de Arte Solidário" tem de responder às nossas "4 Perguntas em Stock":

1.Sendo o “Stock Art” um Projecto de forte pendor solidário qual ou quais os motivos que o/a levam a participar?
É mais uma forma de mostrar o meu trabalho.

2. Este é um projecto que contará com a participação de vários artistas, de diferentes áreas. Qual pensa ser a mais valia que a sua participação neste evento lhe pode trazer a nível artístico e/ou pessoal?
Sendo um criador, e o facto de fazer escultura possibilita-me uma comunicação para além das definições artísticas. A mais valia é a possibilidade de estar num encontro de criadores.

3.Tendo em conta que os projectos ligados à arte e cultura se direccionam a um público específico, de que forma pensa que se pode dar mais visibilidade aos artistas e seus projectos?
Havendo mais iniciativas, como esta! Mais eventos que abarquem a Arte como um Todo e possibilitem uma aprendizagem do publico.

4. Pensa que projectos, como o “StockArt - Mercado de Arte Solidário”, podem ser fundamentais para dar a conhecer os artistas e seus trabalhos?
Sim, é sem dúvida mais uma forma de mostrarmos as nossas criações e de contacto com o publico.


A originalidade dos seus trabalhos pode ser apreciada nos dias 28,29 e 30 de Outubro, na Biblioteca Operária Oeirense.

Sem comentários

Com tecnologia do Blogger.