1.4.15

The Script


Hoje estou em modo The Script! Não tenho as músicas todas na ponta  da língua, mas vai dar para cantarolar uma ou outra. O último cd do grupo anda no meu carro há já umas semanas e de vez em quando dou por mim a cantar na estrada. Figuras tristes observadas pela pessoa parada ao meu lado. Mas no Meo Arena tudo vai ser possível e a loucura será coletiva! Não tenho muito mais para vos dizer, a não ser que as expetativas estão elevadas e a euforia também. Prometo uma reportagem depois do concerto.

31.3.15

Flashes Semanais em Stock

.
Que linda que és primavera!!!

 Working

 A semana do Pastel de Bacalhau

 Obrigada Zomato!

 Ansiosa pelos dias quentes

 Hora do chá

 Vem aí a Páscoa

 Vaidades

 A trabalhar num novo projeto

 Experiência Gastronómica (terá direito a post, brevemente)

 O primeiro de 2015
(Avelã e Mousse de Chocolate)

Momento de pausa...

30.3.15

Paixão pelo Teatro


"Atrevam-se a errar", foi com esta frase que se iniciou mais uma noite de ensaios do Grupo de Teatro GIPA." O erro é a melhor coisa que podemos fazer num ensaio", Manuel Maduro, encenador, motiva o seu grupo, que depois de um dia de trabalho ou de estudo, se entrega a esta paixão. O elemento mais novo tem 15 anos, o mais velho tem 70. Mas apesar da heterogeneidade, sente-se e vive-se uma cumplicidade e energia contagiante. Esta harmonia intergeracional gira em torno de um amor comum - o teatro. Manuel Maduro continua o seu discurso vibrante, enquanto em cima do palco todos bebem as suas palavras - "Quando estamos apaixonados tudo é cor!". Eu do lado de cá, sinto-me lisonjeada por partilhar aquele momento de trabalho intenso. O grupo é amador e Manuel Maduro descobriu o teatro depois da reforma, mas naquele palco e durante 3 horas de ensaios, tive a sensação que estava perante profissionais! A peça, que irá estrear brevemente, é uma prova de fogo para este grupo, uma verdadeira escola. Não foi por acaso que Manuel a escolheu. "A repetição é o que faz o ator" - Manuel continua. O mestre sempre atento, sempre aberto a ouvir os seus atores e atrizes, sempre pronto a partilhar ideias. Talvez por existir esta abertura, a boa disposição é o denominador comum. Vou continuar a acompanhar este sonho, porque admiro pessoas assim. São elas que fazem deste mundo um sítio encantador para se viver. 





28.3.15

As tais NOVIDADES


Está na hora de vos falar um pouco destas novidades! O Armazém vai entrar em obras! Mas continuará de portas abertas porque eu quero que vocês acompanhem a evolução dos trabalhos. Por isso se numa das vossas visitas se cruzarem com a Sofia Gaspar, não estranhem! Ela é a designer de serviço responsável pelas obras. Serão uns dias muito dinâmicos. O blogue vai estar numa verdadeira roda viva, mas tanto eu quanto a Sofia achamos que, depois das obras finalizadas, isto por aqui, vai ficar muito giro... Bom, mas eu sou suspeita!


27.3.15

Experiência Gastronómica - Papa Mais


Adoro um bom Brunch. Na verdade estou fã deste pequeno almoço... almoçarado. No Sábado passado fui até Oeiras para mais uma das minhas experiências gastronómicas. Uma amiga falou-me do "Papa Mais" e entregou-me um recorte de jornal com um sorriso desafiante. Li o pedacinho de jornal, fiquei convencida e com água na boca. Lá telefonei à sobrinha e fomos movidas pela curiosidade para mais uma descoberta dos sabores. O espaço é agradável e convidativo! O branco predomina e dá um ar fresco à Pastelaria. Fomos recebidas afavelmente, escolhemos a mesa e aguardámos pelas iguarias. O chá foi o primeiro a chegar, logo seguido do sumo de laranja, do iogurte com granola e de um bolinho de chocolate que nos fez babar! Já estávamos conquistadas quando entraram em cena os ovos mexidos e o bacon. Nem sabíamos por onde começar... "talvez pelo iogurte...", estávamos a divagar por estes pensamentos quando o pão saloio torrado, o croissant, a manteiga, o doce, o queijo e o fiambre tiveram a sua entrada triunfal! Um verdadeiro festim! Para mim o segredo de um Brunch é poder apreciá-lo sem pressa, em boa companhia e num lugar com charme. E isso aconteceu no "Papa Mais". Mesmo com o movimento a chegar para o almoço o espaço consegui manter uma certa tranquilidade. Outra coisa apetitosa nesta pastelaria é a relação qualidade/preço. Um lugar a regressar certamente... queremos papar mais destas delícias!




26.3.15

Alentej'Amando, by Maria Brinquete


Primaver’ando

Abrindo um pouco mais o leque da quase crónica 1 de Alentej’Amando - o mapa afetivo das pequenas viagens, não quisemos deixar de partilhar o nosso elogio à prima estação e à poesia. Pela Páscoa, sairemos da casca e abriremos de par em par – fica, para já, um pouco do nosso Janel’ar alentejano com fotos & palavras: o poeta popular Manuel Lourenço Monteiro e Florbela Espanca.
Com votos de uma Primavera FELIZ.
Abraço alen t e j a n o

Maria Brinquete

Ó ALENTEJO

Ó lindo chão, seara louca... em flor!
Ó mar loiro, nas ondas dos trigais;
De sonhos de poetas imortais...
És sangue e pó, do humilde, lavrador.

Eu sempre te amarei, e com fervor...
Terra de camponeses e maiorais.
Na sombra de montados e olivais,
- eu te rego chorando meu amor...

Nos quentes remoinhos do Suão
E no sol a escaldar o teu terrume,
Se treme o manto d'oiro no Verão...

Alentejo que ao sol és brasa e lume...
À noite és a cantiga solidão!
Nas vozes, que te embalam, num queixume!? ...

Manuel Lourenço Lopes Monteiro1, 20/10/1995



O MEU ALENTEJO

Meio-dia: O sol a prumo cai ardente,
Dourando tudo. Ondeiam nos trigais
D’ouro fulvo, de leve... docemente...
As papoilas sangrentas, sensuais...

Andam asas no ar; e raparigas,
Flores desabrochadas em canteiros,
Mostram por entre o ouro das espigas
Os perfis delicados e trigueiros...

Tudo é tranquilo, e casto, e sonhador...
Olhando esta paisagem que é uma tela
De Deus, eu penso então: Onde há pintor,

Onde há artista de saber profundo,
Que possa imaginar coisa mais bela,
Mais delicada e linda neste mundo?!


25.3.15

Vestir com Talento, by Maria Ventura

    Fonte: Zara
As hit sandálias do momento 
Seventies – 70´S

As sandálias são o grande hit da nova estação! Para acompanhar a tendência, devemos usá-las com dourados, brilhos, compensadas ou prateadas! O tom neutro (camel/toupeira) também é uma boa aposta - não corta a nossa altura e torna a nossa silhueta mais esguia, dando a ilusão ótica de que somos mais altas! As sandálias desta primavera/verão 2015, já estão presentes no mercado, apesar do tempo não estar favorável! Mas, assim, já começamos a ter uma ideia daquilo que se irá usar. As sapatilhas/ténis também são tendência e deixo mais abaixo algumas ideias que podem fazer toda a diferença no nosso look diário.

Atilhos - Na onda dos seventies estas são as boas apostas para a nova estação – SS2015 (Zara)

Fontes: Mango e Bimba & Lola

Fonte: Zara e Uterque

Fonte: Choies

Inspirem-se nestas propostas, e com os acessórios certos, darão um novo ar às roupas mais simples. Espero que tenham gostado e que vos seja útil!

Xuac  

24.3.15

Flashes Semanais em Stock

 Eu tento...

 Prendinhas da terra de sua Majestade


 Tostada Portuguesa (Grão d'Amor)


 A minha linda Cascais há muito, muito tempo...


 Tentações!



 Biscoitos feitos pela mãe (receita da avó)



 Vaidades

 Brunch no Papa Mais (vai ter direito a post)

Nós a correr e ele a ver-nos passar!

23.3.15

Mini Maratona Vodafone - ganhar asas nos pés


No domingo participei pela segunda vez na Mini Maratona Vodafone, integrada na Meia Maratona de Lisboa. Foi mais uma prova de barreiras do que outra coisa… Este ano achei que a organização não esteve no seu melhor. Muita confusão! Eu queria correr mas quem estava a caminhar (e tem todo o direito), ia ao seu ritmo, parando para fotografar e para apreciar a belíssima vista da Ponte. Mas eu e muitos dos participantes queríamos correr! Levávamos a esperança de melhorar os nossos tempos pessoais, tínhamos como meta a superação…. E foi muito difícil! Talvez a organização da prova pudesse considerar a hipótese de fazer três partidas faseadas no tempo: Primeiro a Meia Maratona, depois uma partida para quem corre na Mini Maratona e por fim a partida para aqueles que caminham. Pronto já desabafei, estou mais calma! Vamos ao relato da corrida! J. estreou-se na Meia Maratona. Cortou a meta exausto mas com o sentido de missão cumprida. Não teve tempo suficiente para se preparar fisicamente, por isso foi uma grande vitória e motivo de muito orgulho! Eu lá fui com “asas nos pés” furando a multidão numa tentativa de acabar a prova com um tempo decente, já que levei 8 minutos a concluir o primeiro quilómetro!!! Credo, nem quando me iniciei nas corridas fiz tão triste figura!  Depois a coisa foi melhorando, fui ganhando espaço e acabei por fazer um tempo razoável, muito semelhante ao dos treinos. Sei que posso fazer melhor!  Ainda me falta ganhar resistência! Tenho que puxar mais por este corpinho!  Para J. o um dos pontos mais positivos da prova foi, sem dúvida, o abastecimento de água. Para mim, foi cruzar-me na meta com o Fotojornalista Rodrigo Cabrita e ter sido captada pela sua lente! Obrigada! Ah! E também gostei do Corneto de Limão, refrescou-me o corpo e a alma! 

A caminho 


 Preparadas!



Todos ao molho e fé em Deus!


 J. o meu orgulho!!

Na meta - Foto de Rodrigo Cabrita

 A invasão de Belém
Ai como soube tão bem o Corneto de Limão!!